“Bela, recatada e do lar”.

temer

“Há cerca de oito meses (…) o vice-presidente, de 75 anos, levou Marcela, de 32, para jantar na sala especial do sofisticado, caro e badalado restaurante Antiquarius, em São Paulo. Blindada nas paredes, no teto e no chão para ser à prova de som e garantir os segredos dos muitos políticos que costumam reunir-se no local, a sala tem capacidade para acomodar trinta pessoas, mas foi esvaziada para receber apenas “Mar” e “Mi”, como são chamados em família.”

Portanto, é isto: o “vice” esvazia restaurantes de luxo quando vai jantar com a mulher. Com que dinheiro? Ora, com as poupanças do magro salário de deputado. Uma mulher assim faz maravilhas a gerir um orçamento doméstico.

2 pensamentos sobre ““Bela, recatada e do lar”.

  1. Caríssimo Luís, correndo o risco de ser censurado por seguir o novo acordo ortográfico: «prostata bionica com muito pau de cabinda» (sem acentos e sem hífenes)…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s