O caso Fox News.

A meio da década de 90 Rupert Murdock compreendeu que a direita americana estava mal representada nos grandes canais de televisão. Hoje o seu insight parece-nos simples: metade dos espectadores não se identificava com os programas de informação existentes. Em 96 inaugurou a Fox News, um projecto claramente conservador que viria a dominar o mercado. Ocupa o topo das audiências há mais de 14 anos, muito acima da CNN e da MSNBC. Murdoch ganhou uma fortuna ao detectar uma necessidade evidente, construindo um projecto para a satisfazer.

Em Portugal fecham jornais de três em três meses e os canais de televisão enfrentam enormes dificuldades. Apesar disso prosseguem a linha editorial conservadora que os seus proprietários definiram, ignorando algumas evidências: por exemplo, mais de 60% dos nossos eleitores não votam no PSD.

A menos que os bloqueios institucionais sejam muito graves (e podem ser, desvirtuando a concorrência), deve existir espaço para um grupo de comunicação social de esquerda em Portugal.

Mas para isso necessitamos de empresários.

10 pensamentos sobre “O caso Fox News.

  1. Caríssimo Luís, tomo aqui a liberdade de lhe recordar o que sucedeu nos anos ’90 tardios com o semanário «Já» e o seu saudoso (e breve) timoneiro Miguel Portas (sim, o “mano” mais velho da serigaita do Alto do Lagoal): o financiamento foi garantido pela “short-list” do condomínio Bairro da Lapa/Quinta da Marinha (incluindo o insuspeito António Sommer Champalimaud) e, nihil obstat, a “geringonça” fechou poucos meses depois do início da aventura por força da escassa publicidade e da ausência de público.
    O nosso «bom povo português» não lê, não quer ler, tem horror a quem leia e foge com pavor de quem o quer instruir, tanto à Direita como à Esquerda; ora a diferença de ilusões é que a Direita as perdeu porque, graças à crise, ficou “sem cheta” e a Esquerda as mantém porque crê em milagres, sobretudo os da venal tesouraria.

    Gostar

  2. Diz-me a experiência, Luis, que em Portugal não existe nada pior do que um patrão de Esquerda. Bom, os de Direita também são de fugir…

    Gostar

    1. Tem razão, mesmo que não precisemos de evocar o Sócas. De qualquer modo o ponto não é esse: a esquerda precisa de um meio que institucionalmente lhe pertença, porque neste momento não tem uma casa a que chame sua. (Ha mudanças na RTP mas são cíclicas, como sempre)

      Gostar

  3. A esquerda precisa de um grupo de comunicação que acima de tudo se preocupe, com espartano orçamento, os tempos não estão meigos, com fazer um bom trabalho, com relatar os factos, desconstruir o spining mesmo que vindo de um Governo da sua área. Tem de tentar ser independente, para não cair nos males do proselitismo e do divisionismo das esquerdas, só fazendo um bom trabalho jornalístico, poderá eventualmente resultar.

    Entretanto prossegue os estertor dos alinhados http://expresso.sapo.pt/economia/2016-03-02-Fotos-de-Nuno-Vasconcellos-geram-polemica-no-Diario-Economico

    Gostar

  4. Caríssimo Luís, os céus responderam ao seu apelo: a RTP-3 será o colinho dos dissidentes da SIC-N…
    Quanto ao obscuro objecto do desejo acima enunciado, parece-me que o “Avante!” e o “Acção Socialista” terão de chegar por ora, porque o Bloco só percebe de cartazes cor-de-rosa-e-alface ilustrados com personagens dos filmes de Cecil B. DeMille…

    Gostar

      1. Caríssimo Luís, não mereço tanto… Alegre-se (como eu me alegrei) com o fim iminente do “Económico”. E, se houver Esquerda (ou Direita, vai dar ao mesmo) de jeito, alguém há-de fazer com gosto e proveito o contraponto do “Observador”, mas em bom…

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s