De facto, que horror.

temos um quadro aproximado do que será governar Portugal nos próximos tempos, em que tudo tem de ser negociado várias vezes, confirmado depois, revisto e avaliado a seguir, logo rectificado, até se encontrar um equilíbrio

Tudo fica tão melhor quando não precisamos de negociar.

8 pensamentos sobre “De facto, que horror.

  1. E eu que pensava que a política era (também) isso. Sou mesmo muito burro. Para a salvação do meu intelecto (a alma está perdida há muito) resta-me aprender com o António Barreto (e o Vasco Pulido Valente e os seus sucedâneos).
    Mais a sério: este gajo é de tão má cepa que nem esconde que está a torcer para que tudo corra o pior possível. Digo isto porque também há gente que abomina a solução governativa encontrada mas que, ainda assim, não sacrifica o país à sua vaidade.

    Gostar

  2. Caríssimo Luís, tudo fica tão melhor quando a única ocupação é fotografar a Maria Filomena Mónica…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s