Cânone pessoal.

Obras de autores vivos, em actividade, que me impressionaram desde 2010:

9780330510943-1

Blood Meridian, de Cormac McCarthy.

traindreams2

Train Dreams, de Denis Johnson.

59fcf432bef9a894c340c801b4a8736e

The Shipping News, de Annie Proulx.

sc00133e361

Tinkers, de Paul Harding.

Podia acrescentar várias coisas, mas empalideceriam.

2 pensamentos sobre “Cânone pessoal.

  1. Então só se lê originais?

    Bonito serviço, é este o contributo para o saldo líquido da balança comercial, alavancada pelos serviços, alavancada pelo turismo.

    Deve ter muitos amigos tradutores, Luís Jorge. Depois há precariedade.

    A avaliar pelas capas e pelas “Dicas” de cá, parecem-me de muito bom gosto.

    Afinal de contas a estética e o grafismo também contam.

    Vou procurar.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s