É mais ou menos isto.

Aumenta a pobreza? A culpa é dos pobres que adoram a subsidiodependência. Aumenta o desemprego? A culpa é dos desempregados que rejeitam os empregos oferecidos. A economia quase não cresce? A culpa é dos empresários que são incultos e dos bancos que não emprestam. As importações aumentam e a balança desequilibra-se? A culpa é do gosto dos portugueses por carros novos. O défice orçamental não baixa como devia? A culpa agora é do FMI que nos obrigou a subir impostos e a não investir. O FMI acha que estamos a patinar? A culpa é deles que desconhecem a realidade nacional, diz o Governo engrossando a voz. Há futebol a mais nas televisões? A culpa é do povo que não gosta de cultura. Há quatro antigos líderes do PSD e nenhum do PS a comentar nas televisões? A culpa é do Sócrates que está na prisão.

(…) O Citius falhou? Acusam-se os informáticos, relutantes no seu alargamento. As urgências hospitalares rebentam pelas costuras? A culpa é dos hospitais que se não organizam ou dos doentes que procuram auxílio onde não deviam. Faltam anestesistas em Coimbra e tem que se recorrer a contratações privadas? A culpa é dos concursos públicos que são demorados. Nas nomeações de dirigentes não há socialistas? A culpa é da Cresap que propõe melhores candidatos do PSD/CDS. O ano lectivo tarda em abrir? A culpa é dos funcionários que sabotam o bom desempenho do Governo. A crise na educação não nos larga? A culpa é dos professores que não se deixam avaliar. Está atrasado o registo automóvel? A culpa é dos que insistem em trocar de carro. Se as trocas diminuíram e os atrasos aumentam, então a culpa é do pessoal, mesmo que sejam tremendas as condições em que trabalha. Não se fez a reforma do Estado? A culpa é do Estado que se não deixou reformar com as 40 páginas do guião de Portas.

And so on.

 

Anúncios

4 pensamentos sobre “É mais ou menos isto.

  1. E a culpa de um bloguer escrever isto é de haver ainda alguma liberdade…mas o governo vai, em breve, resolver…vida breve.

    Gostar

      1. Sabia que ia responder isso.
        Eu vivi antes e dp o luis so conhece o dp. O medo é o primeiro def de liberdade.
        Se os portugueses tem medo de ficar sem emprego, pão, necessidades basicas estao conhizados os ingredientes para o def dr liberdade.
        Ser competente e ter coluna vertebral é cada vez + um handicap para se chefiar em portugal. Mediania e chico espertice, telhados de vidro é que é bom. Assim não se fazem ondas. MEDO pergunte …caia no pais real.

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s