Capas.

Screen Shot 2015-01-08 at 10.02.29

Há uma pequena selecção de capas geniais no The Wall Street Journal. É preciso ter trabalhado nos anos dourados de uma indústria criativa para imaginar o que aquela gente se divertiu.

Anúncios

12 pensamentos sobre “Capas.

  1. Pode ver-se no google imagens uma coleção enorme desses desenhadores geniais. O mais extraordinário é que o Charlie Hebdo é um jornal do sistema, uma respeitável instituiton francesa (como o Canard Enchainée e outros), não um fanzine marginal. Isto é, a sátira furiosa é por lá um modo de vida, mais do que em qualquer outro lugar. Na típica sociedade francesa convivem a Igreja mais reacionária e a esquerda anti-clerical e iconoclasta mais louca e criativa. Não conheço nenhum outro pais no ocidente, muito menos as auto-policiadas sociedades americana e inglesa, com tal liberdade, pelo menos no mainstream. Os que por aqui mais protestam contra o politicamente correto na imprensa, fazem-no normalmente por não se atacar suficientemente as minorias (não se faz suficiente humor com os gays e os pretos…) e muitos teriam uma apoplexia se desenhos como muitos por lá publicados aparecessem na nossa imprensa, sobretudo aqueles onde se satirizam os mais respeitados dogmas católicos. Os desenhadores passariam o resto da vida em tribunais. Mas é natural que muitos não resistam agora à tentação de dar a entender que o Charlie é uma arma da civilização contra a barbárie, como eles as entendem, claro. Pensar que muitos dos nossos senhoritos se julgam hoje o Charlie, é hilariante. Les pauvres cons. Certinho, certinho, é que a extrema direita mais activa, aqui e no resto da Europa, vai aproveitar para arrebanhar os mortos para o seu panteão de heróis contra a imigração e a islamização.

    Gostar

    1. Caramelo, desconfio que o que se vai passar é algo um pouco diferente: não o triunfo do partido de entrema-direita, embora me pareçaí bem possvel, mas a apropriação dos seus argumentos pela direita mainstream para fins eleitorais.

      Gostar

      1. E não será surpresa nenhuma, pois é o que têm vindo a fazer progressiva e de mansinho durante os últimos trinta anos. Talvez assistamos a uma aceleração nesse sentido.

        Por outro lado, quem sabe, e é nisso que se deve começar por apostar, pode ser que este horror lhes ajude a corrigir a trajectória. A direita não tem de ser por definição estúpida. Resta-lhes ainda, quero acreditar, o livre arbítrio, a razão e o patriotismo.

        Gostar

      2. Sim, isso sempre aconteceu. Esse trading já acontece em Inglaterra, entre o UKIP e os conservadores, por exemplo e acontece até com o partido socialista em França, onde o Vals adotou algum discurso musculado para roubar votos à FN. Há que fazer pela vida. Ainda agora um membro do governo do Samaras, na Grécia, fez um nojento ataque ao Syriza, utilizando o atentado e o medo da invasão islâmica. Mas o problema atual na Europa é mesmo a possivel eleição do Syriza na Grécia, não é? Os gregos têm de ter muito juizinho para não deixar mal a nossa civilização com esses radicais.
        Parte da extrema direita sociológica anda de um lado para o outro, em transumância. Os mais pacatos e civilizados, que não gostam de marchas com botas cardadas, procurarão abrigo nos partidos da direita mais tradicional, enquanto estes prometerem vigiar de perto os seus vizinhos suspeitos que vieram das arábias.

        Gostar

        1. Por outro lado já andam a dizer que o Syria se “aburguesou”, o que não deixa de ser divertido. Os radicais tornam-se repentinamente uma espécie de António Costa arrependido.

          Gostar

          1. Mais ou menos. Não andam aos tiros na rua e a dizer morte a isto e morte àquilo, mas continuam com aquele hábito irritante de não quererem pagar até ao último tostão as dívidas, como faria um respeitável burguês. O Munchau diria que um bom burguês, dos que não ficam intoxicados com o tintol na tasca ao fim do dia, faria precisamente igual ao Syriza. O Costa ainda não se atreveu, para não ficar mal visto no mercado, ou coisa assim.

            Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s