O PS não aprende.

O conluio imobiliário entre a Espírito Santo Saúde e a Câmara Municipal de Lisboa prossegue, após um breve período de nojo. Para quem recorda porque é que o vereador do Urbanismo se chama Manuel Salgado (Salgado, if you know what I mean) estas manobras não são bem uma surpresa. Ainda assim, seria de bom tom que António Costa, com Sócrates nos calaboiços, tivesse mais juízo. O PS é uma vergonha.

P.S.: já agora, poderemos esperar que alguma alma sensível com a carteira de jornalista investigue qual a percentagem de projectos recentemente aprovados em Lisboa provenientes do gabinete de arquitectura do filho do vereador? Parece-nos evidente que José António Cerejo não consegue fazer tudo.

Anúncios

18 pensamentos sobre “O PS não aprende.

  1. Já ouço falar há tanto tempo em suspeitas sobre o Manuel Salgado e coisas de urbanismo na CM Lisboa, que já era tempo de se resolver o assunto. Não será o caso de afinal a Câmara Municipal querer simplesmente fazer uma pipa de massa com a venda dos terrenos para reduzir a dívida? Eu, nisto, acredito no princípio ptolomaico do Occam’s Razor: “We consider it a good principle to explain the phenomena by the simplest hypothesis” Ou, na versão do Death Comes to Pemberley, da ainda agora falecida e já muito saudosa PD James, “All things being equal, the simplest solution is the best solution”. Mas avance o Cerejo de vez.

    Gostar

      1. Pelo que li, a alteração do plano de pormenor para a zona, foi publicamente justificada, no respectivo relatório, numa fase inicial, com a necessidade de ampliação do Hospital da Luz,
        (aqui, por exemplo: http://www.publico.pt/local/noticia/camara-de-lisboa-quer-fechar-quartel-de-bombeiros-com-dez-anos-para-o-hospital-da-luz-ser-ampliado-1663833)
        Haveria formas mais insidiosas de conduzir a coisa. Mas, por outro lado, lá dizia a Miss Marple que “if you want to hide something, put it in plain sight”. Oh well.Concordo que isto não soa bem e vai dar muito que falar.

        Gostar

  2. Monsieur Louis George, vamos lá a andar com esta geringonça. Aqui vão duas noticias extraordinárias sobre os efeitos do Aquecimento Global:

    Os esquimós querem comprar frigorificos
    http://oglobo.globo.com/sociedade/sustentabilidade/degelo-do-artico-leva-povo-inuite-reivindicar-freezers-para-armazenar-comida-14722929

    Um tal Munchau (deve ser neto do barão de Munchausen) do FT, diz que a extrema esquerda europeia tem razão.
    http://www.ft.com/cms/s/0/48e6fa76-70bd-11e4-8113-00144feabdc0.html

    Gostar

      1. Já reparei. Esse tecto é cristalino, impressionante. Parece haver duas escolas de pensamento económico, separadas por um oceano (pelo menos, virtual):

        a) Para resolver o problema, deve fazer-se isto.

        b) Criaste o problema, sofre as consequências.

        Este último foi criado por um híbrido que andou nos melhores colégios anglo-saxónicos, mas passava o tempo a fustigar-se na capela, em vez de ir às aulas.

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s