Vá lá, façam mais um abaixo-assinado contra o “despesismo”.

e9439db1-e98f-4d51-9c32-f59464dc7e1c.img
cf0c95da-6413-43f6-be21-934d6d2a44b4.img

European Commission slashes eurozone forecasts.

Anúncios

10 pensamentos sobre “Vá lá, façam mais um abaixo-assinado contra o “despesismo”.

      1. De quando em vez, tenho umas recaídas e acredito na bondade da humanidade…

        Depois leio Carlo Cipolla e passa-me “The Third Basic Law assumes, although it does not state it explicitly, that human beings fall into four basic categories: the helpless, the intelligent, the bandit and the stupid.”

        “It is not difficult to understand how social, political and institutional power enhances the damaging potential of a stupid person.”

        Gostar

          1. Como escreve Cipolla problema dos inteligentes (e dos ladrões) é que não entendem os estúpidos, nem o perigo que eles representam…

            Gostar

  1. Caríssimo Luís, quer a verdade nua e crua? Então aqui vão alguns factos para a versão actualizada do seu projecto de “História Secreta”, à Procópio:
    1) foi o (Des)Governo Sócrates que usou a “golden share” para vetar a 1.ª tentativa de venda da Vivo pela PT-SGPS à Telefónica em 2008, obrigando a “espanholagem” a alargar (e muito) os cordões à respectiva bolsa, proporcionando assim chorudas mais-valias aos accionistas da dita PT-SGPS (BES/GES e Ongoing), bem como a distribuição semestral de dividendos e a subsequente entrada no capital da Telemar/Oi, sem esquecer os impostozinhos para o luso Fisco;
    2) foi este (Des)Governo que desblindou estatutariamente a PT-SGPS ao eliminar a “golden share” em 2011;
    3) foi este (Des)Governo que aplaudiu de mãos e pés a “fusão” brasuca com a Oi em 2013 que incluiu a transferência de TODOS os activos da PT-SGPS para a Oi a título de aumento de capital desta última empresa;
    4) foi este (des)Governo que assobiou para o lado quando o BES/GES estoirou, limitando-se a fabricar dois decretos-leis em reuniões do Conselho de Ministros inexistentes… para viabilizar a intervenção do Banco de Portugal;
    5) foi este (Des)Governo que continuou a assobiar para o lado quando o acordo da fusão “brasuca” foi reformulado;
    6) foi o Primeiro-Sinistro deste (Des)Governo que declarou em Bruxelas lamentar a alteração do rumo da fusão “brasuca”;
    7) foi o Dr. Daniel Proença de Carvalho (advogado de Ricardo Salgado, Amílcar Morais Pires e Francisco Cruz), na qualidade de mandatário da firma luxemburguesa-francesa ALTICE, que se reuniu com o nosso Vice-Primeiro-Sinistro Paulo Portas, «Doctor Irrevogabilis» e seu antigo confrade há quase 30 anos na Comissão Executiva da Campanha Presidencial do Prof. Freitas do Amaral, para lhe demonstrar quão bem intencionada é a ALTICE ao querer comprar à “brasuca” Oi a sua subsidiária PT-Portugal;
    8) o Ministro-dos-tremoços Dr. Pires de Lima verbera publicamente a «Brigada do Resgate» que declarou em manifesto opor-se à venda da PT-Portugal, e imputa a culpa ao anterior (Des)Governo, o do Sócrates;
    9) é a PT-Portugal que gere desde 2013, depois da extinção efectiva dos governos civis e ao abrigo de contrato com o Estado português, o processo de apuramento dos resultados eleitorais, o que torna fascinante o ciclo de votações de 2015/16…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s