Não vejam, que não vale a pena.

Em Espanha, o novo partido “Podemos”, comandado por Pablo Iglesias, lidera as sondagens enquanto o PP e o PSOE se dissipam em escândalos de corrupção. Os partidos do poder acordaram agora para a necessidade de “limpar” a política. Too late, too little. Hão-de sobrar belos exercícios retóricos dirigidos contra o “populismo”.

Anúncios

10 pensamentos sobre “Não vejam, que não vale a pena.

  1. Pablo Iglesias? com um nome destes vai para a política e não para a música romântica? será que este indivíduo tem noção do que é ser empreendedor e de como se constrói uma carreira de sucesso?

    Seja como for, parece que a única solução por aqui é esperarmos pacientemente que tony carreira se lance na política para que assim de vez os casos de corrupção aqui de portugal passem a ser tratados devidamente como tal e não como ligeiros desvios de pessoas de mérito inquestionável e que provavelmente nem sabiam bem o que estavam a fazer porque tudo o que fizeram foi pela pátria.

    Gostar

  2. Nós temos o Phodemos. Um deles disse hoje que o partido pode perder as eleições se as pessoas não compreenderem que estão melhor; que é um problema de dificuldades de comunicação. Isto é duro. O trabalho desta gente, digo eu, não queria nada este trabalho. Amiguinho, estamos muito contentes com a sua evolução! Hã? Já está melhorziiiinho! Hã? Vocêêê está melhooor, poooode iiir para caaasa! Oooolhe, tiiire umas fééérias em honolulu! Hã? O senhor doutor quer levar no cu? Foda-se, agora que está bom, ficou surdo, rais parta a minha vida.

    http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=779272&tm=9&layout=123&visual=61 (se não se ouvir mesmo no video, não se imagina as dificuldades de se lidar com este povo)

    Gostar

    1. É isso, é a complexidade das “matérias” que impede que as pessoas compreendam que, agora, efectivamente, estão melhor. A complexidade como se sabe tem as costas largas. Estão melhor, agora, porque estão a fazer os sacrifícios que permitirão às gerações vindouras viver melhor. E não há nada que encha mais o coração que altruísmo. (Nota: resolver a contradição entre o altruísmo aqui e o egoísmo e interesse individuais que são o motor da economia liberal (apagar liberal para evitar o pleonasmo), não vá algum jornalista cometer a vulgaridade de o notar em público). Mas esta democracia manca e idiota insiste em avaliar os resultados obtidos agora e não no futuro distante com vista ao qual as medidas complexas de agora foram concebidas. Actos eleitorais com periodicidade fixa são anacronismos nesta época de globalização, informação e complexidade crescente. (Não fosse o facto de não terem consequência mais grave do que substituir uma facção do Grande Partido do poder económico vigente por outra e onde nós já não estaríamos? Fim de digressão.) É, de facto, um erro de categoria. As eleições não se deviam realizar agora, visto que os resultados das complexas medidas tomadas ainda não deram os seus frutos, nem podiam, devido à tal complexidade espácio-temporal e tal, mas mais à frente quando mil flores desabrochassem. Até podiamos fazer uma conferência de imprensa convocando então na altura certa as novas eleições. Podemos, phodemos, desabrochemos, o raio que os parta …

      Gostar

      1. Eu acho que é para irmos para o céu. Fiz um espiritual para o próximo filme dos Irmãos Cohen sobre este sítio, com um xerife, um pregador louco e uns parolos espantados com umas orelhas de abano. Cá vai: Oh Lord, I’m coming, My Lord, I’m coming, don’t fucking know why, but my poor dumb soul is going up to Heaven. Oh Lord, fuck this, all I wanted was a mercedes benz huuum huuummm

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s