Os nossos corruptos.

Os nossos corruptos são arraia-miúda. Os nossos corruptos são vítimas do “justicialismo”. Os nossos corruptos não merecem penas tão vastas, quando há tantos corruptos maiores que os nossos com penas tão escassas. Os nossos corruptos atraem processos mal fundamentados e sentenças cheias de contradições. Os nossos corruptos são julgados por razões políticas, pessoais, mediáticas ou por quaisquer razões que em nada se relacionem com a corrupção. Os nossos corruptos são sempre detidos, e sempre condenados, enquanto os outros, os verdadeiros corruptos, falam de Miguel Ângelo. Devemos uma homenagem singela aos nossos corruptos, uma solidariedade que em nada interfere com a justiça,  e acenamos-lhes com a perspectiva de um emprego amigo e de um futuro compensador.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Os nossos corruptos.

  1. O PS tem mais razões para se queixar da instrumentalização da justiça em Portugal para atacar os seus militantes do que o PSD ou o CDS. Este caso da “Face Oculta” é paradigmático. E o peso das penas é incompreensível.

    Gostar

    1. Não concordo: a instrumentalização da justiça não é um paradigma que se aplique a este caso. Houve crimes, ficaram provados, deram lugar a penas. Que tem isto a ver com instrumentalização?

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s