Ainda há gente boa.

Estou comovido com o vasto número de eleitores e simpatizantes do PSD que nos blogues e nas redes sociais recordam, desinteressadamente, ao PS as grandes vitórias de António José Seguro. Nem o próprio foi tão entusiasta no rescaldo das europeias. São estes gestos de pura generosidade, oriundos de um partido angustiado com o sofrimento do próximo, que nos fazem confiar na boa índole da natureza humana.

Anúncios

16 pensamentos sobre “Ainda há gente boa.

  1. Não nos podemos esquecer dos socialistas envergonhados http://aspirinab.com/vega9000/tens-vergonha-camarada/ , que amigavelmente, destilando fel sobre os seus “camaradas”, dão descanso à tropa fandanga de Passos Coelho e Portas.

    Isto tudo debaixo de uma ditadura de juízes, que dada a audácia de quem governa e faz oposição, terão ainda muito a decidir, temo eu, nomeadamente eventuais impugnações no PS…

    Gostar

        1. O problema, para mim, é que passei anos a denunciar a máfia do Sócas, a ir às manifestação de esquerda e de direita com bandeirinhas na mão e depois – na altura de dar o exemplo, o PSD nos apresenta Relvas e sus muchachos (incluindo Dias Loureiro) como exemplo para o país. Ou seja, para esta merda mais valem os que lá estavam.

          Quanto à tese de que vem aí outro resgate só porque a gente não quer o Tó Zé Seguro, enfim, parece-me o Filipe num daqueles momentos de benfiquismo tresloucado que ele disfarça, como pode, entre ares de alheamento filosófico.

          Gostar

          1. Luís, como eu o percebo, também li as borras do chá e temi pelo que vinha a seguir. Para mim o sinal de alarme foram as reuniões sucessivas entre Miguel Relvas e Dias Loureiro, no Rio de Janeiro, e depois alargadas a tertúlia, na São Caetano, http://www.dn.pt/especiais/interior.aspx?content_id=1854658&especial=PSD%20-%20Campanha%20eleitoral%202011&seccao=POL%CDTICA .

            Em relação ao resgate, apesar dos sinais positivos sobretudo no investimento http://www.publico.pt/economia/noticia/procura-externa-prejudica-crescimento-homologa-pela-primeira-vez-desde-a-troika-1639269?page=-1 , a natureza frágil da recuperação, que uma brisa externa mais forte pode derrubar, faz com que ele seja bastante provável. Tanto mais que o melhor que o Governo arranja, ou melhor o núcleo restrito de que dita os próximos actos da tragédia governamental, é uma espécie de programa a la Chicago Boys recauchutado, com a ajuda do FMI, ou de qualquer outro expediente http://pedrolains.typepad.com/pedrolains/2014/06/mais-um-truque.html , que lhes permita concretizar a sua agenda.

            Entretanto valha-nos a CRP e os “mal escolhidos” juízes do TC http://crisecronica.wordpress.com/2014/06/05/cheques-e-balancos/

            Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s