Diferenças.

Como Miguel Relvas repetiu, em papel químico, algumas das asneiras de Sócrates, é natural que a esquerda e a direita se apressem a distingui-los. Um era bacharel e o outro era calão, etc.

Mas existe uma diferença importante que os comentadores não sublinham: Relvas é ministro,  Sócrates era primeiro-ministro. Isto significa que se José Sócrates caísse arrastaria com ele o Governo, mas se Relvas cair pode ajudar o actual primeiro-ministro. Há poucas coisas mais úteis do que um braço direito que atrai todos os ódios de uma instituição.

Anúncios

14 pensamentos sobre “Diferenças.

  1. Elááááá…!??!?!

    De facto a observação final é certissima…

    …mas perante a manutenção do Relvas no Governo, o Luis deixou-me agora uma duvida altamente inquietante:

    – Será que o facto de PassosCoelho segurar o Relvas no Governo, advem da necessidade de um : “escudo humano” : que o proteja de uma qualquer investigação sobre ele proprio ?

    Ou seja, neste momento começa a ser legitimo pensar, até que ponto, a “cortina de fumo” chamada Relvas, não seja essencial para distrair as atenções do proprio Passos ???

    (não tinha ainda pensado nisto assim….e fiquei inquieto!…será que o Luis sabe mais qqr coisa ?…vá conte, conte !)

    Gostar

  2. Eu acho que é injusto compararem o relvas com o parisiente, desde logo porque o grass não fez nada de ilegal. Já o parisiense, couchon, que deve estar agora a regalar-se alarvemente com caracóis aux fines herbes,.tem um diploma passado num domingo, o que é ilegal à luz da concordata, a não ser que seja com a cadeira de latim técnico. Ainda assim, preferia ter feito a minha carreira académica como o relvas; é como bater o recorde mundial dos cem metros barreiras sentado num sofá, depois de ter ganho curriculum a fazer jogging ao fim de semana.
    O Relvas só sai se a troika mandar. Nesse caso, o Passos pode depois pedir à troika uma prorrogação de prazo.

    Gostar

  3. (ok! então será só questão de aguardarmos algum tempo…porque infelizmente temo que as más surpresas continuem a saltitar que nem pipocas…)

    Gostar

  4. Francamente, a modernidade já deu o que tinha a dar! Estamos em plena era pós-moderna. Vocês é que não sabem apreciar devidamente a riqueza das citações, bem como a pregnância do processo de desconstrução, implícitas na licenciatura do Senhor (Doutor) Grass . Ora vejam lá se estes
    aqui em baixo não conseguiram visitar o Louvre em menos de 30 segundos. Estão a ver? Aprendam.

    Gostar

    1. Patético. Estamos na era atómica, o grass foi metido num acelerador de particulas a acabou o curso num nanosegundo.

      Gostar

      1. É isso. Foi descoberto um novo bosão (Grass boson) que medeia as interacções e serve para conferir massa intelectual às partículas fundamentais das jotas.

        Gostar

        1. Depois do processo de Bolonha, o processo de Genebra. Está giro esse video ai em cima. Qual é a história por detrás do filmezito?

          Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s