Declínio e queda.

No primeiro volume de uma vasta obra sobre o declínio e a queda do império romano, Edward Gibbon começa por retratar a idade de ouro dos Antoninos, que durou cerca de vinte anos. Quem  escrever a história do fim do jornalismo português poderá inspirar-se no seu bom exemplo, começando pelos vinte anos da carreira ilustre de José António Saraiva.

Anúncios

12 pensamentos sobre “Declínio e queda.

  1. Realmente. Sou obrigado a dar-te razão. Que é que se passa com a opinião em Portugal? Onde pára a elevação e a dignidade larga no tratamento de este tipo de questões?!

    Gostar

  2. E está cada vez pior. Este texto é das coisas mais indigentes que alguma vez li na imprensa portuguesa. À beira disto, os textos do João César das Neves são moderados e sensatos.

    Gostar

  3. Num dos romances dele (tem mais do que um?), que ele próprio apontou ao Nobel, às tantas há uma personagem que pega no Expresso e diz: «De facto, o Expresso é realmente um bom jornal».

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s