Tretas.

A manifestação da CGTP originou a guerra de números do costume. Houve quem exaltasse os 300 mil trabalhadores, e quem sugerisse que o Terreiro do Paço talvez fosse elástico, desvalorizando o ajuntamento. É indiferente. Portugal, se deu pelo protesto, recebeu-o com um bocejo. Para um espírito prático a fraqueza dos nossos sindicatos só tem estas soluções: ou se tornam muitos e param o país, ou se tornam muito violentos e param o país. Até lá, podem ir aos treinos e servir de válvulas de escape (como lhes chama a direita civilizada) ao descontentamento social. Ineficácia e complacência, nada mais.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s