Thank you.

Por estes dias celebra-se em minha casa o bicentenário do nascimento de Dickens. Já li Bleak House, David Copperfield, Hard Times e A Tale of Two Cities. Duas mil e trezentas páginas de homenagem, a que se segue, agora em iPad, o mais extenso dos seus livros: Our Mutual Friend.

Anúncios

9 pensamentos sobre “Thank you.

  1. Não confundir o escritor com aquele que escreve.
    Dickens era um homem convencido, parvo e adúltero.
    E, sim, gosto muito de ler Dickens. Há um ambiente nos livros de Dickens que ainda associo quando leio o nome, fico logo com uma imagem muito própria de quando lia os seus livros.
    Acho que não deviamos conhecer os escritores só a obra.

    Gostar

      1. Merda não se referia a elas, mas à ideologia delas, seja ela qual for. E não seja mauzinho: já bem basta o que basta, ou seja, o Caramelo acusar-me de lhes colar um ‘estigma moral’. Por dios!

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s