Antimatéria.

Os vestígios de uma educação liberal — estantes repletas de livros, discos, filmes em DVD — são agora obsoletos. Para quê exibir uma biblioteca em casa, quando podemos ocultá-la em formato digital? Para quê ter uma casa, de resto, quando tudo nos convida ao nomadismo? Os velhos traços de distinção associados a uma cultura hierática tornaram-se inúteis. O mundo, tal como o conhecemos, pode desaparecer.

Em teoria é possível não termos hoje mais do que uma mochila, duas mudas de roupa e um iPad. Talvez não nos falte muito para recebermos a visita de um novo tipo de homem, sem poiso certo. Chegará numa low-cost, ficará num hostel e irá reconhecer-nos pelas fotografias do Facebook.

É provável que sorria ao ver um apartamento — how typical, how charming. Vocês viverem mesmo aqui?

Vivermos sim, Nigel.  Nós Tarzan.

Anúncios

12 pensamentos sobre “Antimatéria.

  1. Brilhante premonition of things to come…
    Crystal clear antecipação dum futuro próximo…
    Obrigado Luis Philip M. K. Dick Jorge!

    Gostar

  2. Não tendo poiso certo, esse novo tipo de homem criará tamagochis, o que significa que o mundo vai desaparecer mesmo, literalmente. Mas nessa altura, já haverá iPad com 1000 terabytes espalhados pelos hosteis, com toda a memória necessária para os estraterrestes poderem reproduzir a humanidade noutro lado qualquer. Espero que saibam selecionar bem a informação que interessa. Há para aí blogues muito chatos.

    Gostar

  3. … na dúvida, para quando as baterias escassearem no mercado? … e para quando a EDP estiver nas mãos dos chineses e nos faltarem yuans?….

    Gostar

  4. Leio a sua profecia, olho para o quarto que ocupo com uma “biblioteca” de parede a parede e temo reconhecer que a minha relutância em libertar mais um quarto é patética. OK, vem aí mais um miúdo, digo para os meus colarinhos, mas pode perfeitamente dividir o quarto com o outro. Por umas toneladas de livros que cabem na merda de um gadget não vale a pena. Se isto é bom ou mau isso já é outra história.

    Gostar

  5. Já Jesus (não o treinador do Benfica) dizia isto “Em teoria é possível não termos hoje mais do que uma mochila, duas mudas de roupa”.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s