Frei Tomás.

A família Soares dos Santos, principal accionista (56,14%) da rede de supermercados Pingo Doce e Recheio, transferiu o seu capital para a Holanda. Dito de outro modo: deixa de pagar impostos em Portugal. Lembrar que, no 1.º semestre de 2011, o lucro da rede de supermercados foi de 144 milhões de euros. (…)

Alexandre Soares dos Santos, patriarca da família, o homem que nos últimos anos não fez outra coisa senão dar lições de moral aos portugueses, em sucessivas entrevistas e programas de televisão («Plano Inclinado», etc.) pagos com os nossos impostos, mandou às urtigas o interesse nacional. O povo que suporte o agravamento fiscal. Ele foi pastar para outra freguesia.

Tem toda a razão, o Eduardo. Mas claro, a julgar pelas reacções da direita liberal, o problema está nas leis. Patriotismo é coisa para pobre.

Anúncios

11 pensamentos sobre “Frei Tomás.

      1. Isso já são duas versões diferentes:
        – versão 1: SS deixa de pagar impostos em Portugal
        – Versão 2: SS passa a pagar menos impostos
        .
        Lucros das empresas que operam em Portugal continuarão a ser tributados em Portugal.
        .
        O objectivo desta operação é:
        1. precaver o grupo contra alterações legislativas futuras que poderiam levar a que os lucros das várias empresas do grupo passem a ser tributados 2 vezes.
        2. evitar que os lucros da operação na Colómbia sejam tributados em 2 países

        Gostar

  1. É por isso que é inteligente ter impostos baixos chama os que o país é o dinheiro e são muitos. Já escrevi isso no ano passado, julgo que aqui.

    Gostar

  2. E qual é o mal de pagar impostos por patriotismo? Parece que para certas pessoas só há uma coisa pior do que pagar impostos, que é fazê-lo por patriotismo. Uma sarna, essa maleita do patriotismo. Os dinamarqueses pagam impostos com sincero escrúpulo, porque vêm os resultados da colecta fiscal. É com a confiança dos patriotas que entregam metade dos seus rendimentos ao Estado. Pergunte-se e responderão que não pagar os impostos é o mesmo que roubar. São doidos! Já o luso é ave de outros trópicos: é impulsivo o esforço que faz em parecer a incrédula vítima de um qualquer tratante, que sempre surge no espelho lá de casa.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s