A coisa.

Há dois anos — dois — que a crise da dívida grega ameaça a Europa. E as instituições europeias tinham dois caminhos para a enfrentar: ou pagavam ou saíam. Em vez disso resolveram pagar um bocadinho, em condições que tornam o ressarcimento impossível, enquanto os burocratas alemães dissertavam sobre a ausência de virtude dos atenienses.

Não há coisa pior do que a incompetência aliada ao moralismo.

Anúncios

2 pensamentos sobre “A coisa.

  1. A senhora Merkel e o pequeno Sarkozy já deviam saber aquilo que qualquer bancário tirocinante sabe: quando alguém deve 50 mil euros a um banco, e tem dificuldades em cumprir o pagamento, está literalmente entalado. Mas se a dívida for de 50 milhões, é o banco que está entalado, por isso convém não hostilizar demasiado o devedor.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s