Ajudar as empresas.

Em resumo:

– Nomear como Ministro da Saúde alguém ligado a diversas empresas com interesses nesse sector.

– Anunciar cortes no sector que levarão a uma degradação significativa do Serviço Nacional de Saúde.

– Nomear alguém próximo para estudar os cortes e pensar numa solução que passe pela criação de mecanismos que “sejam incentivadores de geração de receita própria”, de preferência tendo passado por empresas acima de qualquer suspeita, como é o caso do BPN, alguém que se possa invejar de ter um currículo inigualável na área da gestão de serviços de saúde e que possa constituir com sucesso uma comissão liquidatária do sector.

– Entregar o que restar à gestão de privados, transformando um direito humano universal num direito a que só pode aceder quem tem (muito) dinheiro.

Mais palavra ou menos palavra é isto mesmo.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Ajudar as empresas.

  1. Os privados falam muito da má gestão do Estado e em concorrência e coisa e tal mas estão sempre há espera de uma de duas coisas: (1) ‘mamar’ do Estado ou (2) beneficiar do fim de serviços do Estado. E, por vezes, como agora, conseguem uma ajudinha… Mas que essa ajudinha vinha a caminho penso que deixou de ser novidade para alguém a partir do momento em que foi anunciado o nome do ministro.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s