Somos todos da esquêda, pcébe?

Sempre os quis citar no mesmo post.

João Gonçalves:

 (…) a jovem mandatária para a juventude do “eterno jovem” Passos Coelho – quando ele encarnou em candidato a líder do PSD e agora em virgem ofendida -, a “nossa”Filipa Martins, vai escrever no “blogue de esquerda” ao lado da Marta Rebelo, do Tomás Vasques e do José Reis Santos. Tudo gente com cartão (e bem encartados) do PS. Como diria um colega dela, escritor, “não entres tão depressa nessa noite escura”. A partir de amanhã lá estaremos todos.

Pedro Sales:

(..) De acordo com a recente coordenadora do blogue de esquerda, a deputada do PS Marta Rebelo, “aqui bloga-se à esquerda, coexistindo quatro pessoas com perspectivas de esquerda diversa.”

Perspectivas não parecem coexistir muitas, visto que três dos quatro escribas que pontificam no blogue são conhecidos pelas suas afinidades com o PS, mas convém assinalar que há uma certa diversidade no entendimento do que é a esquerda quando o quarto elemento é Filipa Martins, mandatária de Pedro Passos Coelho e da sua liberal candidatura à liderança do PSD. Ainda não perdi muito tempo a verificar quem são os colaboradores do blogue de direita, mas, a julgar pela peculiar amostra do que é esta“esquerda diversa”, deverão começar no PP e acabar em conhecidos saudosistas de Salazar.

Na verdade a réplica de Marta Rebelo é giríssima, com direito a reticências, pontinhos de exclamação e aquela casta de inconsequências arrepenicadas que evocam o charme vaporoso da doutora Edite Estrela. Aqui está o post da nossa amiguinha:

ver o João Gonçalves chamar-nos situacionista…. é no mínimo absurdo! Caricato, vá! Não somos todos do PS. Calha que a Filipa Martins até nem é filiada em qualquer partido.
Aqui bloga-se à esquerda, coexistindo quatro pessoas com perspectivas de esquerda diversas. Já tive oportunidade de escrever isto: eu sou dirigente nacional do PS e, diz-se, costista; o Tomás representará uma linha mais soarista da coisa; e o José Reis Santos está na esquerda da esquerda socialista.

Ó pá, ó João Gonçalves, isto é superevidente! Não aborreça a menina.

2 pensamentos sobre “Somos todos da esquêda, pcébe?

  1. “(…)eu sou dirigente nacional do PS e, diz-se, costista; o Tomás representará uma linha mais soarista da coisa; e o José Reis Santos está na esquerda da esquerda socialista.”

    I’m so high right now….

    P.S: o que é “a coisa”?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s